GOAA

ECE

Escola Camino

Este projeto trata da reforma em uma antiga concessionária de carros, localizada no Bairro da Lapa, São Paulo, para abrigar as necessidades de uma escola com uma proposta pedagógica inovadora pautada no ensino por meio de projetos. As etapas de projeto envolveram desde a escolha do imóvel que seria reformado até a ambientação das salas e escolha e desenho de mobiliário.

O programa de necessidades desta escola previa, em linhas gerais, salas de aula flexíveis, salas de artes, espaço maker, refeitório, um amplo espaço para formação de professores e áreas livres para abrigar atividades didáticas em pequenos grupos fora da sala de aula, muito importante neste programa educacional.

A escolha do imóvel a ser reformado se pautou em uma conjunção de fatores que agregavam qualidades ao projeto. O primeiro de ordem simbólica: a escolha de uma antiga concessionária de carros marca um novo paradigma de cidade que queremos construir, menos pautado no automóvel e mais no pedestre e nas crianças A segunda de ordem estrutural: a sólida estrutura do edifício, em concreto armado e calculada para o trânsito de veículos, permitia liberdade tanto na ocupação da planta livre, quanto na abertura de novos vãos para a iluminação e ventilação natural dos ambientes internos. Finalmente, a existência de uma série de árvores de grande porte plantadas na lateral do terreno e de um elevador de carros serviram como peças fundamentais para trazer vida e dinamismo para dentro do novo espaço.

O primeiro movimento da nossa proposta buscou criar uma praça central que por um lado integrasse os diferentes níveis e por outro captasse luz natural para iluminar e ventilar as partes mais escuras da edificação. Neste espaço, construído por uma série de grandes demolições de laje, foram implantados, além do vazio central, um novo sistema de circulações verticais adequadas a crianças de múltiplas idades. O elevador de carros existente foi completamente reformado, aproveitando o vazio para instalar um elevador panorâmico que permite uma visão cinematográfica do percurso transversal ao longo de todos os níveis do edifício.

Um segundo grande movimento propõe uma nova fachada lateral que possibilite a aproximação entre o ambiente interno da escola com o ambiente externo, permitindo, além do contato com as árvores existentes, o aproveitamento de luz e ventilação naturais. Esta fachada voltada para o Leste recebeu um sistema de brises móveis em chapa perfurada que permitem filtrar a luz direta do sol da manhã quando desejado, melhorando a performance climática das salas de aula aqui posicionadas.

A partir do nível térreo, onde se localiza a chegada pela Rua Clélia e as salas da administração, o programa se desenvolve por dois percursos: um mais direto e generoso sentido subsolo e outro mais eficiente e funcional para os andares superiores. No subsolo, em contato direto com a área externa ajardinada, posicionamos a área do refeitório e os programas pedagógicos que formam a grade complementar da escola, constituindo grande espaço voltado para o encontro e o aprendizado coletivo. Para integrar este pavimento com o nível térreo pensamos numa grande arquibancada que, além de articular de forma franca estes dois espaços, serve também para apresentações e atividades culturais voltadas para todo o corpo da escola e convidados externos. Nos andares superiores, articulados por um novo sistema de escadas e passarelas, estão posicionadas as salas de aula junto a pequenos espaços coletivos para atividades grupais. Finalmente, aproveitamos a ampla cobertura do edifício para posicionar os programas esportivos e de recreação.

A materialidade da escola aproveita, por um lado, a estrutura de concreto existente que recebe pintura branca para clarear os ambientes internos e, por outro, se vale de alguns revestimentos coloridos que mapeiam de forma didática componentes importantes de apoio à atividade principal (banheiros, cozinha e área administrativa). As salas de aula foram subdivididas com divisórias de drywall, que permitem uma construção leve sem exigir muito da estrutura existente, além de certa flexibilidade para rearranjar estes espaços. As circulações verticais e a arquibancada são revestidas em madeira buscando dar destaque a este conjunto importante que marcam a nossa intervenção.

Projeto:
ECE - Escola Camino
PROJETO:
ECE - ESCOLA CAMINO
LOCALIZAÇÃO:
LAPA | SÃO PAULO | SP
ANO PROJETO:
2019 | 2020
ANO OBRA:
2020 | 2021
CLIENTE:
PRIVADO
ÁREA CONSTRUÍDA:
3.000 M²
STATUS:
CONSTRUÍDO
PROGRAMA:
EDUCACIONAL
AUTORES:
GOAA – GUSMÃO OTERO ARQUITETOS ASSOCIADOS
COLABORADORES:
BEATRIZ DIAS, CLARA TROIA E JOHNNY REZENDE
ESTRUTURA:
NEY CONSTANTINI
INSTALAÇÕES:
RAMOSKA CASTELLANI
LUMINOTÉCNICA:
GOAA
CLIMATIZAÇÃO:
MPM
PAISAGISMO E AGRONOMIA :
RICARDO VIANNA
CONSTRUTORA:
KOMPET ENGENHARIA
GERENCIAMENTO:
TEKTON
FOTOS:
MANUEL SÁ E GOAA

Projetos relacionados